Avançar para o conteúdo

Gastronomia funcional – O que é?

A qualidade de vida cada vez é mais importante. Porém, com a correria do dia a dia, a correria da vida moderna – principalmente nas grandes cidades – e o aumento do consumo de produtos industrializados, uma alimentação saudável e balanceada em horários adequados fica em segundo plano.

Isso pode causar uma série de problemas para o corpo, entre outras consequências que podem se agravar com o tempo, como: B. doenças e obesidade. Nesse cenário, escolher os alimentos que são bem consumidos torna-se muito importante. Por isso, a gastronomia funcional vem ganhando cada vez mais popularidade e seguidores.

O que é gastronomia funcional?

O objetivo é alimentar o organismo com alimentação adequada, considerando a individualidade bioquímica. Ou seja, o que o corpo precisa para funcionar de maneira ideal, para eliminar problemas como alergias e intolerância a determinados alimentos e garantir mais saúde, qualidade de vida e bem-estar. O estilo de vida individual, género e estado de saúde atual também são considerados.

Alimentos Funcionais

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), alimentos ou ingredientes funcionais são aqueles que, quando consumidos frequentemente como parte de uma alimentação saudável e balanceada, proporcionam benefícios à saúde além das funções básicas do organismo, vão além da nutrição. Não têm poder curativo, mas reduzem os riscos ou previnem, entre outras coisas, doenças cardiovasculares, crónicas e autoimunes e reforçam as defesas do próprio organismo.

Os alimentos orgânicos e biodinâmicas são a escolha desta alimentação. Ambos são cultivados sem fertilizantes químicos e pesticidas. No entanto, a agricultura biodinâmica considera o posicionamento da lua e outras estrelas para plantar, cultivar e colher alimentos.

Alguns benefícios da gastronomia funcional

Consumo regular de alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3, como a chia, que melhora a atividade cerebral, combate a inflamação e reduz o risco cardiovascular -Diminuição de doenças.

Probióticos como leite fermentado, queijo cottage, queijo e iogurte ajudam a regular a função intestinal e previnem a ocorrência de câncer de cólon. Os probióticos, como a biomassa de banana-verde, batata, aveia, alho e espargo, auxiliam no funcionamento intestinal e promovem o aumento do cálcio no organismo.

Alimentos Funcionais

Antioxidantes como suco de uva integral, ervas e especiarias trabalham para reduzir o envelhecimento celular e inibir o desenvolvimento do câncer.

Há uma série de alimentos benéficos para a saúde de maneiras diferentes. Porém, para que o organismo se beneficie de todos os nutrientes, é necessária uma reeducação alimentar.

Todos os alimentos são funcionais?

Sim, todos os alimentos são funcionais, mas não para todos. Portanto, dependendo da sua individualidade bioquímica, um alimento pode ser ótimo para uma pessoa e causar alergias e reações em outra. O ideal é consultar um especialista para saber quais alimentos são benéficos ao organismo.

Como pode melhorar os fitoquímicos nos alimentos?

Na gastronomia funcional, são importantes não só os alimentos a utilizar, mas também como são preparados para preservar e maximizar os seus fitoquímicos. Isso também garante que eles sejam absorvidos de maneira ideal pelo organismo: é a chamada bio- disponibilidade do nutriente. Por exemplo, quando os tomates são aquecidos na temperatura certa, seu fitoquímico (licopeno) é amplificado. Se for adicionado azeite, o corpo absorve o licopeno mais facilmente.

Não só os pratos salgados vivem a gastronomia funcional, como também os doces se inscrevem nesta modalidade gastronómica. Como o Ganache de Cacau, um creme de chocolate feito com cacau, biomassa de banana-verde e leite de coco. Como não contém laticínios ou açúcar e não contém glúten, pode ser consumido por todos. Satisfaz o paladar e nutre o organismo.

3.9 / 5. Votos: 14

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este posto.

Partilhar este artigo