Avançar para o conteúdo

Clássicos de Natal

Quase imperdível, e para toda a família, alguns dos melhores filmes de natal de todos os tempos. Os clássicos de Natal.

Entre os melhores filmes temos comédias românticas com finais felizes, ficção e também ação clássica, um ou outro monstro e comédias. .


Música no coração (1965)

Um conto intemporal, com as excelentes interpretações de Julie Andrews e Christopher Plummer

A mágica e apaixonante história real da amada filme. Julie Andrews é Maria, uma mulher espirituosa que deixa o convento para se tornar babá dos sete filhos do capitão von Trapp, um aristocrata viúvo cujas regras não deixam espaço para música e diversão. Vencedor de cinco Oscars, incluindo Melhor Filme, este clássico atemporal apresenta algumas das melhores canções do filme. Phoebe Cates e Hoyt Axton.

Gremlins (1984)

O divertido e perturbador clássico Natalino merece ainda mais elogios pela brilhante sequência Gremlins 2: The Next Generation, que é uma sátira contundente das sequências, grandes empresas e até mesmo do seu filme original.

KLAUS (2019)

Filme de animação espanhol com uma história deliciosa em que uma amizade imprevisível, contra todas as expectativas, consegue levar o Natal a um lugar esquecido, cinzento e triste que o torna brilhante, vivo e convidativo.

QUANDO A NEVE CAI (2019)

Na véspera de Natal, uma forte nevasca atinge uma pequena cidade, mudando a vida e as amizades de um grupo de adolescentes.

Sozinho em casa (1991)

Outro clássico, em todos os natais, com Macaulay Culkin, a história de Sozinho em Casa começa quando Kevin é acidentalmente abandonado por sua família nas férias de Natal. Sozinho, tímido e desajeitado, ele tenta resolver os seus problemas: fazer compras, cozinhar, lavar roupa e até tomar banho. Mas as coisas se complicam quando dois ladrões tentam invadir a sua casa e ele deve defendê-la da única maneira que sabe.

Assalto ao Arranha-Céus (1988)

Com Bruce Willis no papel do detetive nova-iorquino John McClane, o primeiro DIE HARD, é considerado um dos grandes filmes de ação da década de 1980. O roteiro é baseado no romance Nothing Lasts Forever de Roderick Thorp. A época natalina e tendo como pano de fundo um imponente arranha-céu (onde se passa a ação), um personagem que passa por uma crise conjugal e o atentado terrorista no qual está envolvido, resolvendo-o como um herói do cinema clássico (Willis/McClane). A frase em que ele joga um yippee kai yay, ficou famosa.

3.9 / 5. Votos: 14

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este posto.

Partilhar este artigo