Avançar para o conteúdo

Vazio

Estava frio, tinha decidido comprar o  presente mais tarde ao fim do dia.

Quando chegou ao centro comercial estava cheio, sentia o calor humano e o vazio.

O vazio dentro dela, a dor que não deixava transparecer aos olhares alheios.

Saiu sem comprar nada, parou num banco de jardim e ficou ali, a ver as pessoas apressadas cheias de sacos de compras.

Este Natal ia ser diferente, não tinha o amor da sua vida, o amor que conhecia desde criança e que a acompanhou toda a vida, deixara-a, sozinha, num dia frio como aquele.

Teimava em comprar-lhe um presente e deixa-lo na árvore de Natal.

Sabia que ele gostava, via a cara de felicidade dele ao desembrulhar, lá onde ele estivesse, estava com ela nessa noite.

Foi comprar um presente.

0 / 5. Votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este posto.

Partilhar este artigo