Avançar para o conteúdo

Prós e contras da Pílula

Se é mulher, pelo menos em algum momento da sua vida você já se perguntou se deveria ou não tomar anticoncecional, certo?

Foi criado em 1960 para prevenir a gravidez. Além desse benefício, a pílula serve para diminuir as cólicas ou o fluxo sanguíneo excessivo durante a menstruação.

As primeiras pílulas anticoncecionais continham doses de hormonas até dez vezes maiores do que as atuais.

Mas também as novas pílulas de baixas doses ainda levantam preocupações sobre os seus efeitos colaterais.

Pílulas anticoncecionais com doses mais baixas de hormonas

A maioria dos contracetivos é feita com as hormonas estrogénio e progesterona sintética.

Como cada um recebe um nome comercial, muitas vezes encontramos nomenclaturas diferentes para o mesmo ingrediente ativo. Além disso, as respostas produzidas pelas misturas hormonais mudam de pessoa para pessoa.

Por isso, converse com o seu ginecologista antes de ir à farmácia para que ele avalie qual pílula é melhor para você e diga-lhe como deve ser tomada.

As pílulas anticoncecionais são seguras?

Todos os medicamentos devem ser usados ​​sob supervisão médica. O anticoncecional é um medicamento, devendo ser monitorado por vários motivos.

O grande problema é que como não precisa de receita para usar o medicamento, muitas pessoas compram e usam quando querem. Mas tomar qualquer medicamento dessa forma, por mais fácil que seja, traz riscos.

Se você quiser começar a usar o anticoncecional, consulte primeiro o ginecologista. Ele avaliará a sua saúde geral e aconselhará o tipo certo de pílula a tomar com base nas suas necessidades.

Além de prevenir a gravidez, o anticoncecional também pode ser usado para tratar distúrbios menstruais, TPM, ovários polimicrocísticos e para reposição hormonal.

Grupos de risco para tomar pílulas anticoncecionais

Os especialistas dizem que o risco de trombose existe e está incluso na bula do medicamento.

No entanto, a probabilidade de trombose pode ser maior ou menor dependendo do perfil do paciente, por isso é importante consultar um médico antes de iniciar a medicação.

Existem várias informações que o médico deve ter Pergunte ao paciente antes de iniciar uma prescrição de pílulas anticoncecionais.

É importante saber se a mulher ou alguém de sua família tem histórico de trombose, trombose hemorroidal (hemorroidas rompidas ou comprimidas que deixam sangue no ânus e formam um coágulo), abortos recorrentes, bebendo pouco líquido diariamente se propenso a varizes se sofre de enxaquecas crónicas ou se é fumador.

pilula

Tomar a pílula ou não?

Benefícios da pílula anticoncecional

  • Fácil acesso
  • Mais controle da menstruação e do fluxo menstrual
  • Possui fórmulas para todos os perfis
  • Reduz a chance de aborto
  • Reduz a intensidade das cólicas menstruais
  • Controla a oleosidade dos cabelos e pele

Desvantagens das pílulas anticoncecionais

  • Mulheres acima de 35 anos, obesas, fumadoras e pessoas sedentárias são mais propensos a desenvolver doença tromboembólica
  • Em algumas mulheres pode causar uma diminuição do apetite sexual
  • Progesterona, uma hormona encontrada nas pílulas, pode causar retenção de líquidos e inchaço
  • Altera o sangue coagulação, contribuindo para a formação de coágulos sanguíneos nos vasos.
  • Pode causar dores de cabeça, enxaquecas e alterações de humor.

A escolha deve ser sempre da mulher

A escolha do método contracetivo deve ser feita pela mulher, tendo em conta as recomendações do seu médico.

Para que a escolha seja feita sem prejudicar a saúde da mulher, a informação é fundamental.

Outra informação em @emagrecimento

4.7 / 5. Votos: 11

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este posto.

Partilhar este artigo