Avançar para o conteúdo

Proteja-se nos dias de frio

As baixas temperaturas estão associadas a maiores taxas de mortalidade e à incidência de doenças causadas por vírus, bactérias e fungos, principalmente na população com mais de 65 anos. A Organização Mundial da Saúde destaca a ligação entre baixas temperaturas e maior morbilidade respiratória e cardiovascular. Para que o organismo funcione adequadamente e se defenda, a temperatura corporal deve estar entre 36 °C e 37 °C.

Não espere o inverno para preparar a casa

É comum adiar um bom casaco ou preparar a casa para os dias de temperaturas mais baixas. No entanto, as medidas de proteção contra o frio também devem ser tomadas com antecedência por razões económicas. Se tiver que comprar equipamentos para climatizar a casa, isso vai prejudicar a carteira quando estiver muito frio. Por norma, a compra de aquecedor ou lenha é mais cara no inverno do que no verão. Por outro lado, no outono ou mesmo no verão, você deve verificar se os aparelhos estão em bom estado ou precisam de manutenção. Se tiver lareira, certifique-se de que a chaminé está limpa antes da primeira utilização.

Invista no isolamento

O ar que entra e sai por buracos ou frestas nas portas e janelas é uma das razões mais comuns pelas quais as casas portuguesas são mantidas frescas. Embora arejar os cômodos seja importante, se você descobrir aberturas em portas e janelas, tente selá-las antes que o frio chegue.

Assegurar uma temperatura ambiente amena

No interior, a temperatura do ar deve situar-se entre os 19 °C e os 22 °C., portanto, é importante tomar medidas para evitar que a temperatura caia para controlar a saúde e o conforto do lar.

Evite sair de casa

Se houver previsão de queda acentuada de temperatura, saia de casa o mais rápido possível para estocar itens de primeira necessidade, como alimentos e remédios. Assim você não precisa se deslocar nas horas mais frias, pois tem tudo o que precisa em casa.

Se sair, agasalhe-se

Se precisar sair, escolha a hora do dia em que as temperaturas são mais quentes (geralmente entre 13h e 15h) e agasalhe-se. Vista-se em camadas, tomando cuidado extra para proteger a cabeça, os pés e as mãos. Evite roupas apertadas ao fazê-lo, pois impedem a circulação sanguínea.

Exercício

O exercício aumenta a produção de calor e promove uma melhor circulação sanguínea. Apesar disso, deve-se evitar atividades físicas muito intensas, principalmente ao ar livre, nos dias mais frios. Paralelamente a esta atividade, faça pequenos movimentos com as mãos, braços, pés e pernas ao longo do dia para ajudar a regular a temperatura corporal.

Aumente a sua resistência ao frio

Embora se manter aquecido seja importante, há um truque para aumentar a tolerância do seu corpo ao frio. É exposto a baixas temperaturas controladas. Eis um método recomendado pela DGS: Após um duche quente, enxague o corpo com água fria. Continue a aumentar a duração do banho frio conforme você se acostuma.

Coma várias vezes ao dia

No inverno, diminua o tempo entre as refeições. É uma medida que ajuda a melhorar o metabolismo e ajuda a regular a temperatura corporal. Da mesma forma, o consumo frequente de sopas e bebidas quentes é uma excelente opção. Ao contrário do que se possa pensar, as bebidas alcoólicas não são a melhor solução contra uma constipação, pois provocam vasodilatação com perda de calor e arrefecimento do corpo.

3.7 / 5. Votos: 13

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este posto.

Partilhar este artigo