Avançar para o conteúdo

Dia do trabalhador

No dia de trabalhador um filme que retrata na perfeição a luta para manter o emprego.
Um filme francês que retrata a história de “Sandra uma empregada numa empresa de painéis solares, volta ao trabalho depois de uma baixa médica prolongada.

O patrão, que na sua ausência foi obrigado a redistribuir o trabalho pelos restantes empregados, deixa-os com um dilema: podem escolher entre o regresso de Sandra ou um bónus pelas tarefas extra que fizeram durante esse período. Essa decisão será levada a votação e terá de ser tomada até segunda-feira de manhã.

Desesperada por manter o emprego, Sandra sabe que tem o fim de semana para convencer os colegas a votar em seu favor. Assim, ajudada por Manu, o marido, ela vai de porta em porta, repetindo o discurso, de modo a despertar nos outros a compaixão de que tanto necessita para manter o emprego e, simultaneamente, não perder a esperança na generosidade humana.”

 Dois Dias, Uma Noite discute a solidariedade individual da classe operária,um mundo submetido à ganância do dinheiro e à crueldade das  necessidades da classe trabalhadora. Na história de Sandra não há sindicato ou instituição de classe que possa ajudá-la. Ela está sozinha.

Um dos pontos importantes do filme é  o colega que acaba por mudar o voto contra a permanência de Sandra e abdica do bónus, é o que talvez mais precise do dinheiro – o jovem imigrante africano cujo contrato de trabalho é temporário. Uma lição, de quem faz mais quem quer do que quem pode.

0 / 5. Votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este posto.

Partilhar este artigo