Avançar para o conteúdo

Preciso de ti

Acordou com o som do telemóvel a tocar, Laura atendeu ainda meio adormecida, a amiga Ana dizia-lhe, preciso de ti já, vem ter ao nosso sitio.

Levantou-se num salto, após um duche rápido vestiu umas calças de ganga e uma blusa ao calhas e foi ter com a amiga.

Ana estava sentada no jardim, onde passaram horas infinitas no tempo de estudantes, onde ainda tinham todas as conversas, onde partilhavam a vida.

Quando Laura chegou, levantou-se do banco do jardim delas e a sorrir abraçou-a, sussurrando – estou grávida.

Juntas riram e choraram, juntas festejaram uma nova vida, uma vida desejada.

0 / 5. Votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este posto.

Partilhar este artigo